Blog Moda da Gente: Dicas de Clássicos: Psicose -->

26 de outubro de 2017

Dicas de Clássicos: Psicose

Boa dia, gente. Tudo bem? Se tem uma coisa que eu realmente amo são os clássicos do cinema, e se tem um clássico que todo mundo deveria assistir, esse clássico é o Psicose.
Dirigido pelo Alfred Hitchcock, Psicose é um clássico dos anos 60 que inspirou a série Bates Motel.
A cena do assassinato da jovem Marion Crane (Janet Leigh) a facadas em um hotel na beira da estrada, é uma das cenas mais arrepiantes da história do cinema, segundo muitos diretores e alguns internautas.

Para quem gosta de cinema, Psicose é uma das experiências mais notadas e aplaudidas do cinema. Uma produção incrivelmente montada, sendo reconhecida como um dos filmes mais bem feitos.


Esse filme épico prende a nossa atenção do início ao fim. Se você se considera um cinéfilo e ainda não assistiu esse filme, pare tudo que está fazendo e comece assistindo desde já. A trilha sonora combina muito bem com os momentos de tensão do filme e assassinato. Um roteiro que se desenvolve de uma maneira bem assustadora. 

Destaque do filme: Norman Bates



Normal Bates teve uma infância bastante conturbada graças à exagerada autoridade e proteção de sua mãe. Ela colocava na cabeça do filho que sexo era algo maligno e que todas as mulheres (exceto ela) eram prostitutas.
Os dois viveram juntos e eram completamente dependentes um do outro e isso se intensificou após a morte do pai do Norman. Quando ele era adolescente, sua mãe arranjou um namorado, e isso despertou um sentimento louco de inveja e raiva em Norman.

Norman acabou a envenenando e guardando depois o corpo para ter sua mãe pra sempre ao seu lado. Após o crime, Norman desenvolve um transtorno dissociativo de identidade, doença mental que faz com que ele assuma por vezes a personalidade da sua mãe falecida.


Norman acaba se tornando o gerente do Motel Bates e devido ao seu isolamento, não tem muitos clientes. Certa noive, Marion Crane, procura refúgio no Motel Bates e Norman se apaixona por ela
No momento em que os seus desejos de paixão por Marion se intensificam, Norman deixa que a personalidade de sua mãe domine a sua mente. Norman acaba assassinando Marion Crane no chuveiro (vestido com as roupas de sua mãe). De acordo com o filme, quando Norman se apaixona por Marion, a personalidade de sua mãe ficou com ciúmes (o mesmo sentimento que ele sentiu em relação ao namorado de sua mãe) e decidiu assassinar a amada do seu filho. Quando a polícia investiga o caso, Norman assassina também o agente policial. Quanto a sua mãe, mesmo morta, Norman manteve o cadáver de sua mãe numa cama do quarto do segundo andar da sua casa). Norman Bates acaba por ser detido e declarado como louco, sendo internado num hospital psiquiátrico.

Então, é isso, gente. Sei que os amantes do cinema com certeza já assistiram esse filme, afinal, é um clássico, não é? Se você não assistiu, assista porque vale a pena.

Trailer:



Beijão e até a próxima.

COMENTE PELO BLOG!

Nenhum comentário:

Postar um comentário